Olá gente,

 

No post da semana passada (clique aqui para ler) eu ensinei a planejar a viagem e fazer o roteiro, usei como exemplo a minha viagem de ano novo a Buenos Aires. Agora vou contar como foi.

Nós tínhamos 4 dias na cidade, chegamos sexta a noite e fomos embora na terça a noite. Então eu fiz aquela programação.

Foto 1 (2)

Por mais que eu tenha comprado um livro com dicas sobre preços e estadia, tomei um susto. Cheguei ao aeroporto e uma água custava 18pesos (equivalente a R$9.00). Quando for viajar olhe a situação financeira do país, no livro e jornais diziam que a inflação estava a 12%, quando chegamos lá estava 25%, e isso quase acabou com o nosso planejamento financeiro.

Solução: Água, frutas, biscoitinhos comprados no mercado perto do hotel, por isso o reconhecimento de área é importante.

 

Sexta – só demos uma volta pelas ruas do hotel, achamos o mercado, e comemos em um restaurante.

 

Sábado – tínhamos um city tour, tem gente que não curte, mas eu amo, porque:

1º – tem uma guia, ela vai te contar N histórias que você não sabia sobre a cidade, que só um nativo sabe.

2º – esses passeios adiantam a vida, geralmente têm paradas e você poderá cortar da sua lista os lugares que você já visitou.

Então no city tour conhecemos La Boca, bairro onde tem a La Bombonera (lugar onde o meu noivo queria ir), visitamos aquele kinder ovo, de boa o estádio é muitooooooo pequeno! Mas ele queria conhecer, então eu fui.  A entrada por pessoa custou 40 pesos (20 reais), muita dor para visitar um time argentino! hehehe

Foto 2 (2)

Conhecemos o Caminito, que também fica em LaBoca, achei o melhor lugar para fazer “compras turísticas” (comprar lembrancinhas para a família, tem de tudo). Tem show de tango na rua, tem várias obras de artistas locais expostas e você pode comprar a partir de 10 pesos. O Camenito é a favela colorida de Buenos Aires, é linda, mas é perigosa, só vá conhecer de dia!

Fomos ao centro da cidade e conhecemos a Catedral Metropolitana, Casa Rosada e todos os prédios no entorno. A Casa Rosada tem visitação de graça e vale à pena!

Foto 3 (1)

Na parte da tarde passeamos pelo Centro, fomo na famosa Rua Florida, quase fui assaltada, muito cuidado com as bolsas!! Esse é o local preferido dos batedores de carteira de Buenos. A noite foi à hora de ver um show de tango de verdade! Fomos ao Carlos Gardel, mas na cidade tem N lugares como: Piazzola, La Ventana, Señor Tango, El Viejo Almacém, entre outros. Você pode comprar as entradas em sites aqui no Brasil, eu achei mega caro, pelo site eu pagaria 500 pesos e lá em Buenos com a agencia de viagem eu paguei 300 pesos por pessoa. Nossa!!!! Mas que show de tango caro! No conjunto não é, o ingresso inclui: Translado ida e volta (hotel ao show), jantar completo (entrada, prato principal, sobremesa e bebidas a vontade), além do show. Sabe quanto é um jantar desses em um restaurante? Não saia por menos 130 pesos (75 reais). E só com uma bebida. Então não foi caro né?!

 

Domingo – Fomos à feira de San Telmo, maravilhosa, outro lugar para comprar lembrancinhas. Tirei foto com a minha querida Mafalda (cartoon da Argentina). Esse é outro lugar que tem assalto, eu presenciei um! =/ La tem a casa Mínima, a menor casa de Buenos Aires, muito fofa. Passamos à tarde no Puerto Madero, não compramos nenhuma entrada para o ano novo aqui no Brasil, deixamos para comprar lá.  Argentino comemora o Ano Novo comendo, então fomos procurar restaurantes. O valor do Ano novo varia de 1500 pesos (750 reais) por pessoa a 350 pesos (175reais). Obvio que fomos ao de 350 pesos. E valeu a pena, só não teve show de tango, os mais caros têm show de tango incluso. O que nesse jantar é incluso? É incluso entrada, jantar, sobremesa e bebida a vontade, ganhamos uma garrafa de champagne para o brinde da meia noite! Acredito que fora do Ano Novo esses preços sejam mais baixos.

À noite tínhamos deixado livre, fomos conhecer Palermo Hollywood, um bairro jovem cheio de bares de todos os tipos e gostos, super dica.

Foto 4

Segunda – as coisas só funcionaram na parte da manha (31 é feriado na parte da tarde).

Dica: Não viaje para uma cidade que tenha feriado no meio da sua viajem. Deixei de visitar lugares por causa disso.

Na manhã fomos conhecer os jardins de Palermo. O zoológico e o jardim japonês estavam fechados, assim como o museu de belas artes. =/ Mas o Museu Malba (Museu de Arte Latino Americano de Buenos Aires) estava aberto (minha opção de visitação). O ingresso custou 30 pesos (15reais). Passamos pela Recoleta, conheci a Floralis (flor de aço), é linda, entrada de graça. Fomos à praça principal da Recoleta, onde tem o cemitério que tem a Evita enterrada (meu noivo não quis entrar) e a Igreja da Nossa Senhora do Pilar. Tem uma feirinha ótima na frente da Igreja.

À noite, Ano Novo em Puerto Madero, sinceramente, nada como o Ano Novo de Copacabana, os fogos de artifício aqui do Rio são anos luz melhores. Mas a experiência valeu a pena, no restaurante só tinha brasileiros! =D

Foto 5

Terça – Tudo fechado, o que fazer? Passar pelos monumentos que eu ainda não tinha visto, fui a todos da lista do centro da cidade. E finalizamos com um almoço com comida típica, um belo bife de chorizo.

 

 Foto 6

Resumo: Só gastamos com a entrada da La Bombonera e do Malba, o ano novo no Puerto Madero e o Show de Tango no Carlos Gardel. O restante dos monumentos foi de graça. O city tour ajudou a gente bastante e acabou mudando o roteiro.

 

Dica: – Nós trocamos o dinheiro aqui no Brasil, e não valeu à pena. Se tivéssemos trocado lá, teríamos 500 pesos a mais.

– Uma noivinha a Michele Tardani deu a dica de ir a Lujan, é uma cidade próxima de Buenos Aires, 75km. Tem um zoológico lindo, você pode tocar nos animais. A entrada é em torno de 130 pesos. A cidade também tem uma basílica lindíssima, Nossa Senhora de Lujan. Eu não fui, mas já coloquei na minha lista de lugares a conhecer.

– Outra dica, nós andamos de ônibus, e em Buenos Aires é uma cidade sem moedas, foi muito complicado conseguir e os ônibus só aceitam moedas ou um cartão (riocard/passe argentino). Esse passe sai mais barato que as moedas, porque ele só cobra a passagem mínima, e com moedas você paga por trecho, lá não é tarifa única como aqui no Brasil. Metrô vale a pena usar, principalmente a linha D. Taxi é caro, só use em caso extremo.

Crédito das fotos: Arquivo pessoal.

 

Espero que tenham gostado. Dicas, sugestões mande um email para [email protected] ou deixe nos comentários.

 

Bjokas

assinatura_camila

  • Gabriela Savarege

    Oi Camila,Fui para Buenos Aires na minha lua de mel no ano passado, e andamos muito de taxi(na realizade só andamos de taxi e a pé), com relação ao brasil(moro no rio de janeiro tb), lá andar de taxi vale a pena.
    Fiquei com medo dos assaltos, pois todos os meus amigos foram assaltados no metro e no onibus, ai fizemos um esforço para só andar de taxi.É mais seguro.Ficamos lá 5 dias.Muita coisa fomos a pé, e de taxi para os pontos mais distante, como a Recoleta, e a noite ao puerto madero de taxi, dava para ir a pé,mas a noite era perigoso.Seu post ta maravilhoso, Buenos Aires é muito bom para ir…Estou doida paa voltar.
    bjs

    • Camila Tahan

      Oi Gabi! Que bom que vc gostou! Também estou louca para voltar! na minha lista de viagens… só daqui a 6anos! =)….
      Nos só pegamos a linha D do metro, a guia, o meu livrinho e o recepcionista do hotel disse que era a mais segura. Ônibus pegamos de dia, não sei se foi a linha, mas me senti segura.
      Taxi mesmo, só usamos uma vez a noite, achei caro, mas pode ter sido pelo ano novo! Bjokas e obrigada pelo comentário! =)

  • Dani – Cuiabá-MT

    Buenos Aires é muito linda! Amo de paixão!

    Meu lugar favorito, sem dúvidas, é o Parque Tres de Febrero, é lindo ver aquela imensidão de rosas do El Rosedal… Sem contar que é pertinho do Jardin Japones, do Zoo e de praças lindas para passar um tempão namorando na grama.
    Acho que Caminito é um dos piores lugares para comprar lembrancinha porque é tudo muito caro. A Calle Florida tem preços muito mais agradáveis.
    Show de tango é a coisa mais linda, fora que a comida é maravilhosa, é um investimento que vale a pena, fui ao Piazzola e amei porque é uma casa mais intimista

    É possível andar muuuito a pé porque a cidade é plana, os ônibus são quase de graça e táxi é super barato (comparado com minha cidade). É só comprar um guia com as linhas de ônibus, um mapa e abraçar BA.
    Uma dica para economizar é comprar água nos kioskos (tem uma da Nestle que pagamos 4 pesos e não era salobra como as demais).

    • Camila Tahan

      Oi Dani!!!! Eu achei o Caminito mais barato no Ano Novo, o restante estava muito caro, a Florida nem se fala… Acho que pode ter sido a época que fomos e a inflação também, muita gente que foi antes de mim pagou mais barato, e depois pagou mais caro do que eu! Bom saber sobre o Piazzola, todos falam super bem, tá na minha lista! =) Bjokas obrigada pelo comentário!

  • Juliana

    Oi Camila!
    Muito bacana o seu texto! Estou de viagem marcada para BsAs em outubro, turista de primeira viagem, e foi bem interessante ler a sua experiência. Sobre o roteiro, ja fiz igualzinho com as minhas amigas, separando onde queremos ir por bairros, para após isso tentar montar um roteiro diário. Espero pegar preços mais em conta nessa época do ano… hehe. Vamos ver como vai ser, quem sabe eu volto aqui para contar o que achei da viagem.

    Bjos
    Juliana
    http://vidasingular.wordpress.com/

    • Camila Tahan

      Oi Juliana!
      Volta e conta sim!!!! Me manda fotos dos lugares que vc mais gostou! XD… para o email.
      Bjokas e boa viagem!

  • Jéssica Gama

    Camila,será minha primeira viagem para fora. Irei me casar em março do ano que vem,e queria decidir minha lua de mel o mais rápido possível para não ficar muito em cima. Poderia me indicar um hotel em buenos aires,pretendo passar 5 dias por lá…que tenha um precinho em conta,claro!!! E outra coisa,vale a pena comprar o pacote,ou é melhor comprar separado hotel/passagens ? Obrigadaa

    • Elaine Santos

      Jéssica,

      Quando eu fui para Buenos Aires fiquei no Hostel America Del Sur em São Telmo, gostei bastante muito organizado o Hostel, tem também alguns Hostel Legais na Rua Florida mais são mais badalados e pra lua de mel não acho tão legal, fui ao zoo de Lujan também e foi um passeio fantástico, fui de Mirabus (um onibus que nos pega em alguns pontos de Buenos Aires) e comprei o ingresso lá na porta, economizei bastante assim.
      Espero que aproveite bastante sua viagem e se precisar de mais dicas estou por aki.

      Bjs

  • beatriz july

    Oi Camila, estou indo este mês para o America del sur hostel e apesar das ótimas críticas no trip advisor e booking.com, alguns amigos me alertaram que a localização é bem perigosa com risco de assaltos. Pensei em sair a noite com uma amiga, você acha arriscado? Tem alguma dica de segurança? Acha que é preferível mudar de bairro? Obrigada
    Bia