Oi, gente, tudo bem?

Viajar é sempre bom. Conhecer outros lugares, entender como outras culturas funcionam é de lavar a nossa alma. Muitas vezes o que nos atrapalha é o dinheiro. Mas que tal acompanhar um roteirão por lugares legais e com um preço mais em conta?

O Projeto Mochila Criativa foi criado pela parceria do Morando sem Grana e d’A Gorda Wedding Design com dois objetivos: um de buscar inspiração para novas ideias, oferecendo produtos cada vez melhores e criativos para os noivos e outra para inspirar casais, sejam namorados, noivos ou casados a viajar e curtir um passeio à dois, gastando menos. Se você ainda não decidiu onde vai ser a lua de mel, fique de olho nos próximos posts para conhecer mais os pontos turísticos do nosso primeiro destino.

Vamos combinar que amor + viagem é uma dupla perfeita, né?

Começando o projeto, escolhemos Buenos Aires. É logo ali e uma das primeiras facilidades é a documentação. Você não precisa de passaporte, embora sua carteira de identidade tenha que estar dentro do prazo de validade de 5 anos de acordo com a data da viagem. Renovar a carteira custa menos de R$ 30,00 e eles te entregam em 5 dias úteis. Logo, não deixe para fazer isso em cima da hora!

Outro fator importante é a moeda. O Real vale em média quase 3 vezes mais que o Peso Argentino, o que faz com que você possa fazer um belo pé de meia para viajar sem grandes esforços. Só não deixe para fazer o câmbio no aeroporto, porque acaba saindo mais caro. São umas lembrancinhas que você deixa de comprar! 🙂

É a primeira viagem para Buenos Aires que faço, então vocês imaginem minha ansiedade e expectativas sobre isso. No roteiro que estamos planejando tem de tudo, só não sei se teremos todo esse tempo. Entulhar ponto turístico no papel a gente entulha e na prática vamos ver se conseguimos visitar tudo. Na lista estão, entre outros lugares, Caminito, a Casa Rosada, os Bosques de Palermo, a Rua Florida, o Jardim Japonês, fora os restaurantes e bares, como o Café Tortoni e o Confitería Las Violetas. Tem também o famoso alfajor Havanna, que pelo menos duas pessoas já me pediram pra trazer…ahaha.

Uma passagem para 5 dias e 4 noites varia de R$ 1.300,00 a R$ 2.000,00, para casais em hotéis de 3 ou 4 estrelas. Existem bons sites de viagens que estão dentro dessa faixa de preço. Nós ficaremos num hotel no Centro, já informado pelo meu querido namorado que é perto de muitos pontos turísticos, inclusive podendo ir à pé. À princípio penso em trocar R$ 1.000,00 (o que vai dar quase 3 mil Pesos) para uma pessoa só, distribuídos por esses dias. E ainda acho que sobra. Confirmo na volta..ahaha. Existe um cartãozinho de débito feito para essas ocasiões de câmbio onde você coloca o dinheiro trocado ali e não precisa ficar cheio de cédulas pra cima e pra baixo nos passeios. Não aconselho colocar todo o dinheiro nele, mas uma parte para aliviar no transporte e contando também com imprevistos. Esses cartões você solicita na própria Casa de Câmbio.

O projeto começa amanhã, dia 6/2 e vamos até o dia 10/2 com atualizações de fotos em tempo real dos passeios na fanpage d’ A Gorda e mais posts completinhos aqui e no site d’A Gorda também.

Vem com a gente!

Bruno Halfermet

 

  • Pamella

    Oba!!! Adorei, vou ficar na expectativa!!!

  • Jota

    Pessoal, de acordo com o Tratado do Mercosul para viajar para Buenos Aires e vários outros países da América do Sul é necessário apenas a carteira de identidade. Essa história de validade não é verdade, porque a carteira de identidade brasileira não tem validade. O que é importante é que o documento esteja em bom estado de conservação e a foto prove que é você o dono do documento. Se a carteira tem 5, ou mais de 10 anos de expedição não importa, você viajará do mesmo jeito. Viajei para o Chile com minha carteira de identidade com 16 anos de expedição. A lei garante que as pessoas viajem com a carteira de identidade e ponto, esse lance de validade é invenção, ok?

    • Oi, Jota

      Obrigado pela sua opinião. O Projeto Mochila Criativa tem a intenção de, entre outras propostas, compartilhar momentos e informações consistentes para todos que desejam viajar.

      Nenhuma informação contida neste post é inventada ou afirmada com base em suposições, assim como nenhuma informação futura será. A proposta é mostrar o roteiro, entre vantagens e desvantagens, para quem tiver interesse.

      Eu também pensei que por ser Mercosul não teríamos problema com identidade, mas orientado por amigos fui procurar o DETRAN (RJ). Lá os próprios funcionários me informaram sobre a necessidade de renovação e validade do documento. Que bom que você conseguiu viajar sem problemas mas diante de uma possibilidade real de ser barrado, não acho que valha a pena arriscar passagens e hospedagens já pagas para ficar preso no aeroporto. O tempo que se gasta no Detran e o valor que se paga de renovação(menos de R$ 30,00) é pouco se comparado a uma viagem inteira que pode ser perdida, caso haja retenção no aeroporto.

      Abs e continue aqui com a gente!

  • Larissa Cagnani

    Tenho certeza que vai amar o lugar, tive a oportunidade de ir com meu noivo em setembro do ano passado!!! O lugar realmente é lindo creio que é uma das cidades da América do Sul que mais se aproxima da Europa, com vários prédios antigos e arquiteturas lindas, um ponto que para mim é negativo é o calor nessa época do ano, lá a sensação térmica chega a 50 graus, porém o lado bom são as sorveterias, uma mais deliciosa que a outra, sugiro que experimentem o sorvete de Mirtillo ou o tradicional Dulce de leche, não tem erro, melhor sorveteria p mim é a Jauja, sabores exoticos da patagonia. Quanto ao cambio, sugiro que não troquem em casas oficiais, existe um pessoal de brasileiros que vão até o hotel de vcs e trocam por uma cotação muito melhor e super seguro quanto a notas falsas, eles testam para vc nota por nota com uma caneta que existe lá para verificar e não tivemos problemas nenhum, trocamos várias vezes e todas fomos muito bem atendidos, chama-se cambio justo, no face encontrarão o perfil deles. Não deixe de visitar o Rosedal, é um parque imenso com especies de rosas de varios lugares do mundo, quando eu fui ainda estava florescendo, tenho certeza que agora o parque estará espetacular. Assim que for lembrando de mais dicas aviso, Ahhh o free shop, guarde dimdim pq é sensacional, digo se voltarem pelo Aeroporto Ezeiza, o free shop é um dos mais completos que já conheci e aceitam pesos oq baratei mais ainda os produtos!!! Beijinhoss

  • Tânia

    Quando fui pra Buenos Aires, fui até a cidade de Tigre, é mto bonito lá, dá p ir de trem, mas sugiro ir pela manhã para dar tempo de fazer o passeio de catamarã. E quem tiver tempo disponível dá pra dar um pulo até a cidade de Colônia no Uruguai através do Buquebus.

  • Millena

    Tenho certeza q viajar vai trazer ainda mais criatividade a essa equipe! Fazendo economia é muito melhor, descobre-se o real valor das coisas.. Aproveitem!! Bjs