A nossa leitora Ana C. sugeriu o tema e cá estou pra falar sobre Doulas.

Desde que decidi ser mãe já soube que faria de tudo para ter meu parto humanizado na água e em casa. Os benefícios são muitos tanto para o bebê quanto para a mãe (em breve vou falar em um post sobre os tipos de parto).

É bacana que sua gestação seja acompanhada por uma Doula independente do parto que escolher. A doula é uma acompanhante de pré parto, parto e pós parto, ela é responsável por instruir a gestante sobre todas as informações que regem esta mudança, bem como acompanhar o trabalho de parto, acalmando e auxiliando a mamãe durante as contrações e o parto em si.

Quando a mulher opta pelo parto normal, ela enfrenta alguns desafios principalmente da classe médica em relação aos riscos de se fazer o parto normal (ainda mais em casa, como no meu caso). Os riscos são tantos quantos os ricos de uma cesárea, e é preciso saber os dois lados antes de fazer a escolha. Converse muito com o seu médico, mas se tiver a oportunidade contrate uma Doula também, ela vai ver a sua gestação pelos olhos da mãe, mulher e com certeza fará com que seu parto seja o encontro mais perfeito da sua vida.

Podemos considerar o trabalho das Doulas como uma “terapia alternativa“. Cada Doula tem um jeito de trabalhar, existem Doulas psicólogas, fisioterapeutas, terapeutas naturais ou simplesmente Doulas, é bacana conhecer o trabalho e sentir a identificação antes de contratar.

Eu já escolhi a minha: Renata Costa, terapeuta, trabalha com massagem indiana, florais de Bach e tem um espaço em Jacareí (cidade muito próxima da minha – São José dos Campos). Nós trocamos email, conversamos pelo chat do Facebook e senti uma afinidade incrível com ela. O bacana é que vocês procurem Doulas que estão próximas (localização) de vocês para que possam chegar rápido quando as contrações começarem.

Espero que tenham gostado do post e se quiserem acrescentar mais informações por favor deixem nos comentários ou me mandem email no [email protected].

Beijo!

assinatura_lerrine

  • Ana

    Interessante este conceito de alguém para orienta-la nas fases da gestação e auxilia-la na hora H, mas, eu não concordo com isso não… Se você deseja um parto “humanizado” e o mais natural posível porque contratar um serviço e pagar por algo que uma ente querida, uma amiga ou até mesmo a sua própria mãe poderia fazer espontânea e gratuitamente?

    Afetividade e amor sempre é mais humano do que os conhecimentos tecnicos de uma especialista..

    Mas, não te julgo, cada pessoa sabe de si e se para você a contratação da Doula é a melhor opção… que dê tudo certo para vcs e que o bebê seja muito saudável! 😉

    • Oi Ana! Adorei seu comentário! A minha opção de ter escolhido uma Doula é pelos conhecimentos e experiência que talvez uma amiga ou alguém da família não tenha, A Doula pra mim representa alguém que conhece sobre os riscos de um parto porém sabe orientar da maneira correta como se fazer um parto humanizado. Pode ser que eu não seja tão bicho grilo assim, ao ponto de não querer ninguém “de fora” no meu parto..rsrsrs. Obrigada pelos votos de que dê tudo certo pra minha futura gravidez e meu bebê. Um beijo e continue comentando!

  • Bianca

    Eu concordo com a Ana, às vezes tenho a impressão (pode ser até um pensamento quadrado) que começam à surgir profissões por “modinha” mais do que por real necessidade! Na minha família pelo menos esse papel sempre foi das mães das gestantes… Ou irmãs, ou tias… Enfim! Não sabia nem o que era isso, quando li o título do post achei que fosse alguma doença feminina… rsrsrs, quanta ignorância!
    Mas, bacana conhecer!

    Beijos

    • Oi Bianca! Hahahaha…doença feminina, que engraçado. Que bom que esclareceu pra você! Continue comentando. Um beijo!

  • Ariana

    Eu acho super legal parto humanizado, mas acredito que não seja pra mim! Por mais que seja o mais “perto” do natural, tenho meus medos, pq mesmo sendo parto normal no hospital os médicos e enfermeiras estão te monitorando, medindo sua pressão, controlando as contrações, enfim, e em casa morro de medo de me dar uma eclâmpsia ou uma hemorragia. Mas é muito legal conhecer e ter mais informações sobre tipos de parto, etc, ainda mais pq eu achava que Doulas nem existiam mais!! E isso faz com oq a gente abra nossa mente para outras opções!! Muito bacana!!!!

  • Ana C.

    Lerrine amei,obrigada. Viu tinha gente que nemsabia o que era, como vc disse a identificacao com a doula e muito importante!
    Elas vem mesmo a principio para fazer o que irmas, maes fazem so que de uma forma bem mais profissional.
    Se Deus permitir terei uma, e um dia serei uma tbm, penso em fazer cursos para doulas quando estiver mais perto de me formar em psicologia, ja que pretendo focar na psi infantil acho que seramuito bom.

    Vamos la meninas precisamos de mais doulas, na minha cidade so tem 3!
    bjs.

    • Que bom que gostou do post Ana! Obrigada pela sugestão e pelos esclarecimentos que tem feito nos comentários das meninas! Beijo!

  • Ana Paula

    Como se “procura” uma doula??? na verdade nem sei se na minha cidade tem esse tipo de serviço assim profissional… Qual seria o primeiro passo??? bj

  • Adriana

    Oi Lerrine, interessante este post.
    Lendo o 1º comentário da Ana até concordei com ela… Mas depois parei p/ pensar e comecei a achar a ideia bacana.
    O ideal seria que esse acompanhamento fosse feito por alguém próximo mesmo (mãe/irmã/avó/amiga), mas e quando não se pode contar com uma ajuda dessas? Seja por motivo de doença, localização, disposição (rsrs)!!!! Seria bom ter por perto alguém com conhecimento, alguém que não nos deixe “pirar” com tantas informações!!!!
    Eu me encaixo nesse exemplo… Já sofro só de pensar que vou ter que deixar o bebê desde cedo numa escolinha (e olha que ainda nem engravidei!!!!!!!!! Rsrsrsrsrs)

    • Oi Adriana! Olha só! Que bom que te fez pensar sobre o assunto! Não sofra antes da hora rsrsrs mas eu super te entendo! Um beijo e obrigada pelo comentário! 😉

      • Adriana

        Obrigada Lerrine.
        Só mais uma dúvida: esse valor é pelo “processo” todo ou tipo por mês??? Rsrs
        No site que a Ana C. indicou tem uma lista p/ cada cidade…Mandei e-mail p/ uma pessoa aqui de Bh mas ainda não tive retorno.

  • renata

    Gente, tem um site, o http://vilamamifera.com/mamiferas/

    que super explica o trabalho da doula! Tbm estou planejando ter um bebê, e olha que surpresa: o casando sem grana, que tanto li na época do casamento, gerou esse site massa aqui!!!! AMEI!!!! Acho legal a gente entender que a doula não quer dizer necessariamente parto em casa, nada disso. Tive uma amiga que pariu no hospital, só que com o auxílio de uma doula….acho bem interessante o trabalho delas….mas queria ter noção de quanto custa aqui em Brasília. Alguém sabe?

    • Oi Renata! Tudo bem? Com certeza, Doula não é sinônimo de parto em casa, eu gostaria que o meu fosse em casa com Doula, porém não é uma necessidade só por uma Doula acompanhar. Obrigada pelo seu comentário. Não sei quanto custa os serviços de uma Doula aí em Brasília, mas aqui em São José dos Campos varia entre R$ 600,00 e R$ 1.500,00. Beijo!

  • Kátia

    Olá, boa sorte na sua vida de tentante, espero que consiga logo. Estou tentando há 1 ano e 7 meses e nada do bebê vir.

    • Olá Katia! Obrigada pelos votos, desejo pra você também!! Beijo!

  • Olá! Estava pesquisando um pouco sobre decoração no seu site e me deparei com esse post seu falando sobre doula, minha profissão.

    Só para esclarecer: o suporte oferecido pela doula não pode ser substituído nem pelo cuidado da família e amigos, nem mesmo pelo cuidado dos profissionais de saúde que acompanham o parto (sejam eles enfermeiras, parteiras, obstetrizes ou médicos).
    Para quem quiser saber mais: http://www.alineamorim.com/p/beneficios-de-ter-uma-doula.html .

    Informem-se! Beijos!