E aí, galerinha, bora pra Festa das Bruxas?
Não entenderam? Eu explico…

Vocês já ouviram falar que Floripa é cheia de mitos e lendas que envolvem bruxas? Pois é! Muitas lugares, bairros etc. possuem histórias encantadoras contando essas lendas e, por isso, Floripa é conhecida também como “Ilha da Magia“.

Uma dessas lendas conta a história da praia de Itaguaçu. Acontece que eu cresci neste lugar maravilhoso, então sou meio suspeita pra falar. Mas como uma verdadeira “nativa”, quero contar a história pra vocês.

E aí, querem saber??? 😀

A praia de Itaguaçu é uma das mais belas paisagens de Florianópolis. Muitos moradores da cidade até utilizam o local para fazer sessões de fotos, para comemorações como aniversários e casamentos. Infelizmente, muitos turistas não conhecem e nem escutam sobre, pois está localizada no continente da cidade, parte pouco visitada pelo pessoal de fora por estar distante das praias mais conhecidas.

O bairro está numa ponta do mapa, local cheio de pedras espalhadas pelo mar. Uma visão linda! Tem até uma pedra com a letra “i” – parece até proposital. E tem muitos restaurantes bons ali na região também, uma via gastronômica pra todos os gostos.

Segue, então, um texto que está preso a uma das tantas pedras encontradas no bairro, que conta a história de uma Festa das Bruxas e seus convidados. Diz assim:

“Diz a lenda que as bruxas da região queriam fazer uma linda festa aos moldes da alta sociedade. O local para o encontro festeiro seria a praia do Itaguaçu, o mais belo cenário da Terra. Todos seriam convidados: os lobisomens, os vampiros e as mulas-sem-cabeça. Os mitos indígenas também compareceram, entre eles estavam os curupiras, os caiporas, os boitatás e muitos outros. Em assembleia, as bruxas decidiram não convidar o diabo, pela razão do seu imenso fedor de enxofre e pelas suas atitudes anti-sociais, pois ele exige que todas as bruxas lhe beijem o rabo como forma de firmar seu poder debochadamente absoluto. A orgia se desenrolava, quando surge de surpresa o diabo que, entre raios e trovões, raivosamente irritado pela atitude marginalizante das bruxas, castiga a todos, transformando-os em pedras grandes, que até hoje flutuam nas águas do mar verde e azul da praia de Itaguaçu. 

Daí o nome do lugar na língua dos indígenas: 
Ita (pedra) + Guaçu (grande) = Pedras Grandes

*Registrado por Gelci José Coelho (Peninha)”

Que história, né?! E, por causa dessas pedras, Seguindo pela orla da praia dá pra curtir um visual indescritível. Vale a pena desfrutar dessa beleza natural, é de tirar o fôlego!

Ah! Lembrando, gente: qualquer dúvida ou sugestão é só comentar aqui embaixo 😉

Beijinho a todos e até o próximo post,

assinatura_nanda-morais

Obs. A imagem principal é do Flickr

  • Bela Flor

    Olá!
    Lindo lugar…
    Uma curiosidade: vc mora no continente ou na ilha? Mora perto de Itaguaçu?
    É, geralmente, ouvimos falar mais da ilha do que do continente… Que deve ser lindo também…
    Belo post!

  • Que pena não ter conhecido Itaguaçu quando fui à Floripa 🙁

    Mas, com certeza anotarei a dica para uma próxima visita 🙂

  • Você pediu autorização para utilizar a foto do flickr?

  • Você
    tem 24h para retirar a nossa foto de todos os meios em que publicou ou
    replicou – o crime é o mesmo, ou terá problemas judiciais. Nós já
    estamos calculando o preço do uso indevido – e da falsidade também, em
    breve enviaremos a conta a pagar, junto com a notificação judicial.