Olá pessoal!

Como prometi semana passada no post do aquário, hoje ensinarei vocês a fazer a iluminação.

Fazer a iluminação é relativamente simples, porém os materiais necessários são encontrados normalmente só em lojas de eletrônica, aqui em Belo Horizonte eu compro na Rua Carijós, lá tem diversas lojas de material eletrônico.

Vamos precisar de:

– suporte para colar as lâmpadas, eu fiz uma caixinha com papel Paraná de forma que encaixassem na parte superior do aquário, vocês podem usar uma tampa de MDF, ou o próprio móvel do aquário, etc.;

1

– 4 LEDs de alto brilho da cor desejada, eu usei a cor branca, me custaram R$1 cada;

2

– 4 resistores de 270 ohms, custam cerca de R$0,10 cada e são necessários para não queimar os LEDs, pois eles limitam a corrente que passa;

3

– uma chave liga/desliga, custa R$1;

4

– um carregador de celular, deve-se usar uma fonte de aproximadamente 5V, normalmente os carregadores tem essa tensão, caso você não tenha em casa algum velho , pode comprar um daqueles mais baratinhos, custa cerca de R$10.

– e fios.

MONTAGEM:

Precisamos de uma luz difusa no aquário e não uma luz focal como os LEDs vem, para isso precisamos usar uma lixa de unha para lixá-los, assim faz a luz se difundir melhor.

5

Estamos montando um circuito eletrônico, portanto temos que ficar atentos aos positivos e negativos e suas ligações, então se você não saca muito disso, fique atento a todas as dicas, combinado 😀 ?

Todo LED possui uma lateral da lâmpada cortada e uma das suas pernas que é maior que a outra, isso tem um significado: lateral cortada é o NEGATIVO, perna grande é o POSITIVO.

Após lixar, conecte um resistor à uma perna do LED, para conectar, use de preferência solda pois ela evita que os componentes se soltem, caso não possua esse artifício, enrosque bem as perninhas e passe fita isolante ou espaguete termo retrátil. Tanto faz em qual perna conectar o resistor, mas mantenha o mesmo padrão para os quatro LEDs, eu cortei uma das pernas para ficar com o resultado final melhor.

6

LEDs e resistores conectados, agora vamos conectar um pedaço de fio na perna do resistor, e uma pedaço de fio na perna sozinha, veja as imagens:

7

Corte dois pedaços de fio do comprimento da sua tampa o suporte, e conecte cada conjunto resistor-LED, cada perna em um fio, fazendo uma grade, assim como a imagem logo abaixo.

8

Corte o plug da ponta do carregador (aquele lado que conecta no celular), descasque um pedaço pequeno de cada lado do fio. Em um dos fios, conecte uma perna da chave. Com a outra perna da chave, conecte um dos fios que foram usados para fazer a grade. E com o último fio da grade conecte no outro fio do carregador, fechando o circuito.

É necessário conectar negativo com negativo  e positivo com positivo, mas para descobrir qual é o negativo e o positivo, precisamos usar um multímetro, mas não se preocupe se não tiver um, caso as lâmpadas não acendam, é só inverter os fios do carregador.

Coloque e cole no suporte ou tampa, ligue na tomada e ligue a chave, vejam como ficou:

9

 

10

Esse tipo de iluminação com LED pode ser usada em diversos locais, pois a lâmpada não esquenta e tem um custo e consumo muito baixo. Pode-se aumentar a quantidade de lâmpadas LED, basta fazer o mesmo processo para todas. Que tal usar esse tipo de iluminação em um jardim ou em um armário?

Espero que tenham gostado, quaisquer dúvidas, sugestões e reclamações, já sabem: [email protected].

Beijocas!

 

Assinatura_Raquel

  • Rafael

    Dicas para Fitas LED durarem mais:

    01 – As fitas Led funcionam em 12V. Use uma fonte com ajuste de voltagem e regule em 11V. Compre uma fonte capaz de fornecer o dobro da amperagem consumida pela fita, para que a fonte não esquente muito.

    02 – Solde um diodo ZENER de 15V e 1 W nos conectores da fita, para proteger os Leds contra picos de tensão. Desta forma, qualquer pulso elétrico acima de 15 volts será drenado pelo zener, prolongando a vida útil dos Leds. O zener tem uma MARCA em uma das extremidades. Essa marca simboliza o cátodo. Solde o lado do cátodo no conector POSITIVO da fita, e solde o outro lado no conector NEGATIVO da fita. Aí basta ligar na fonte. O fio positivo da fonte no positivo da fita, e o fio negativo da fonte no negativo da fita (solde os fios da fonte nos próprios fios de estanho do zener) (um de cada lado do zener, óbvio) para evitar de colocar mais de uma gota de solda direto nos conectores da fita. Se precisar dividir a fita em várias partes, solde um zener em cada pedaço de fita Led.

    03 – Evite ligar e desligar a fita Led MUITAS vezes ao dia. Os Leds vão enfraquecendo a cada acionamento, principalmente se não estiverem protegidos. Assim, cada vez eles necessitam de uma quantidade maior de volts para funcionarem.

    04 – Um dissipador térmico é sempre benéfico.