Receitas para quem mora sozinho

Muita gente tem um sonho em comum: o de ser independente. Ter o seu próprio lar, a liberdade de organizar os seus horários, não dar satisfação, viver da maneira que desejar… Realmente, isso tudo é muito bom! O que a maioria das pessoas esquece é que existe um outro lado da moeda para qualquer questão. Ter uma casa só sua é também assumir todas as responsabilidades, entre elas, pagar contas, limpar e arrumar, lavar roupas e fazer comida. Sendo assim, hoje, estou aqui para ajudar com dicas de alimentação para quem mora sozinho e não quer viver a base de miojo e carne de hambúrguer.

E fazer comida em casa é muito mais barato.

Em primeiro lugar, ao fazer seu orçamento mensal (sim, isso é super importante para não se enrolar com o dinheiro), é bom saber quanto você pode gastar com supermercado. Esse é o primeiro passo para uma alimentação sem culpa. Você realmente não pode viver de congelados e instantâneos nem comer fora todo dia para não cozinhar. E fazer comida em casa é muito mais barato. Em Mogli, desenho da Disney que conta a história daquele menino-lobo super fofo, tem aquela famosa musiquinha que diz “…necessário, somente o necessário! Por isso é que essa vida eu vivo…” e é bem esse o lema da vida de quem mora sozinho. Comprar o necessário, somente o necessário.

…cozinhar é terapêutico…

Ah! E você pode achar desestimulante preparar uma refeição só pra você, mas na verdade cozinhar é terapêutico. E, quanto mais você pratica, mais tem vontade de se aprofundar e inovar nos pratos. Para ajudar ainda mais e convencer que realmente vale a pena, vou dividir com vocês 10 dicas para que você prepare seu cardápio. Confira logo abaixo!

 

10 DICAS PARA VOCÊ PREPARAR SEU CARDÁPIO

#1 Prepare uma planilha de gastos com alimentação, por semana, assim como listas de compras semanais. Isso ajuda demais;

#2 Na hora de montar os pratos, você pode começar sempre pela proteína. Assim, o restante do cardápio virá facilmente à cabeça. Por exemplo: sobre-coxa de frango assada na segunda, bife na terça, atum na quarta etc.

#3 Associe à proteína um carboidrato, que pode ser arroz, batata assada, cozida ou em purê, pão, milho, mandioca e macarrão;

#4 Pense em uma salada para a semana que contenha pelo menos um legume e uma verdura. Cozinhe o legume e lave a verdura assim que comprá-los e, depois, deixe na geladeira em potes separados. Vá consumido com o passar dos dias;

#5 Escolha uma fruta para ser utilizada como sobremesa durante toda a semana em vários tipos de preparações. Por exemplo, o abacaxi que pode ser servido em fatias, cozida em calda ou em pedaços numa gelatina de mesmo sabor;

#6 Sempre que preparar um alimento, faça isso em quantidade dobrada para congelar e utilizar em uma outra ocasião. Dessa forma você facilita sua vida e otimiza o tempo.

#7 Quando esquentar algum alimento, dê preferência ao bom e velho fogão. Deixe o microondas para situações mais esporádicas, porque esquentar a comida no forno aumenta a produção de radicais livres no alimento. Ou seja, é mais saudável optar pela boa e velha invenção do homem das cavernas: o fogo.

#8 “Ops! Imaginei um cardápio lindo para hoje, mas não tenho tempo para preparar!”. Você pode, muito de vez em quando, fazer um macarrão instantâneo para ganhar tempo, mas não utilize o sachet que vem junto. Prepare um molhinho rápido de sua preferência e acrescente ao macarrão.

#9 Evite comprar guloseimas, como salgadinhos de pacote, bolachas recheadas, chocolates etc, pois na hora da fome, você optará por estes alimentos em vez de preparar uma refeição saudável.

#10 Compre pequenas quantidades de frios (mussarela, presunto, peito de peru e outros) e molhos, maioneses e patês, pois estragam facilmente.

 

Agora que vocês já têm todas essas dicas e uma boa ideia de como se organizarem em relação à busca de uma alimentação saudável, mesmo morando sozinho e tendo que dar conta de tudo, vamos facilitar ainda mais a sua vida. Como? Um prato diferente de segunda a sexta-feira. Ou seja, 5 pratos que podem ser o pontapé inicial da sua nova rotina como chef de sua própria cozinha!

5 RECEITAS PARA QUEM MORA SOZINHO

SEGUNDA-FEIRA: Macarrão integral com molho de tomate e muçarela de búfala

– Ingredientes: 400 gramas de penne integral, 5 tomates, 4 dentes de alho, azeitona preta, 6 bolinhas de muçarela de búfala, manjericão, azeite, sal e pimenta do reino a gosto.

– Modo de fazer: Ferva água em uma panela com um pouco de sal. Assim que levantar fervura, jogue o macarrão e cozinhe até que fique no ponto de sua preferência. Escorra a massa e reserve. Em uma frigideira grande, aqueça em fogo médio um generoso fio de azeite e refogue o alho. Junte o tomate descascado e cortado em rodelas e salpique um pouco de sal e pimenta do reino moída na hora. Quando o tomate começar a desmanchar, amasse as rodelas com um garfo e abaixe o fogo. Em seguida, aguarde se tornar uma pasta úmida e então junte a azeitona e um pouco de água. Misture o macarrão integral e envolva-o bem com o molho. Finalize com azeite a gosto e folhinhas de manjericão e, se necessário, um pouco mais de água.

 

TERÇA-FEIRA: Strogonoff de frango

– Ingredientes: 1/2 kg de peito de frango sem osso, 1 lata de creme de leite sem soro, 1 tablete de caldo de galinha, 1/2 cebola picada, alho a gosto, molho de tomate pronto, orégano, 3 colheres de sopa de óleo e sal a gosto.

– Modo de fazer: Primeiro corte o frango em cubinhos. Em uma panela média, coloque o óleo, a cebola e espere dourar. Depois, coloque o frango, o tablete de caldo de galinha e o sal a gosto, aquecendo até o ponto de fritura. Mexa bem e tampe meia panela para que crie água. Espere sumir a água e começar a fritura. Quando o frango já tiver dourado, acrescente o molho de tomate. Em seguida, coloque a lata de creme de leite e mexa até espalhar. Acrescente um pouco de água, mexa bem e espere levantar fervura para desligar. Acrescente o orégano e pronto.

 

QUARTA-FEIRA: Sopa de legumes

– Ingredientes: 1 cebola média, 3 dentes de alho, 3 xícaras de legumes e verduras, de sua preferência, picados, 1,5 litro de água, 1 punhado de ervas frescas picadinhas, azeite, sal e pimenta do reino à vontade.

– Modo de fazer: Aqueça um fio de azeite e refogue a cebola e o alho até ficarem transparentes. Acrescente os legumes, tempere com sal e pimenta do reino e misture bem. Adicione a água, tampe a panela e deixe cozinhar com a panela parcialmente tampada por mais ou menos 20 minutos ou até que os legumes estejam macios (se secar muito, vá acrescentando água aos poucos). Despeje metade da sopa no liquidificador e bata até ficar um creme homogêneo. Repita com a outra metade e retorne à panela. Coloque no prato e coma com um pouquinho de ervas picadinhas e um pouco de azeite. Acompanhe com torradinhas.

 

QUINTA-FEIRA: Carne de panela

– Ingredientes: 300 gramas de coxão mole cortado em cubos grandes, óleo de soja ou azeite, 1 colher de sopa de manjericão picado, 1/2 cebola ralada, 300 ml de molho de tomate, 1/2 colher de salsinha picada, 1 dente de alho picado, sal e pimenta a gosto.

– Modo de fazer: Em uma panela, frite a cebola ralada junto com os cubos de carne até que fiquem bem dourados. Acrescente a carne e deixe cozinhar até que chegue ao ponto de fritura. Acrescente o molho de tomate e deixe cozinhar até a carne ficar macia. Se o molho secar, acrescente um pouco de água. Finalize com as folhas de manjericão frescas e a salsinha. Para acompanhar a carne, faça um arrozinho e uma saladinha.

 

SEXTA-FEIRA: Berinjela recheada

– Ingredientes: 4 berinjelas, carne moída, cenouras picadas, cogumelos frescos picados, molho de tomate, cebola, sal, pimenta, azeite, queijo mozzarella ralado.

– Moda de fazer: Corte as berinjelas ao meio, retire o interior e reserve. Numa panela, coloque um pouco de azeite com a cebola picada e deixe dourar. Em seguida, acrescente o tomate, a carne moída e os cogumelos. Deixe cozinhar um pouco. Quando a carne estiver quase cozida, acrescente a cenoura e tempere a gosto com cogumelos e pimenta. Acrescente o molho de tomate. Por fim, recheie as berinjelas com a mistura, polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno cerca de 15 a 20 minutos.

 

Gostou das receitas? Com o tempo, vocês estarão criando ótimos pratos e preparando-os cada vez mais rápido e com mais habilidade. E agora que já possuem uma ideia de como é possível se organizar para cozinhar em casa e ter uma vida saudável mesmo morando sozinho, lembre-se de que também é preciso cuidar da sua cozinha. Utilizá-la é ótimo, mas deixá-la limpinha e organizada torna tudo muito mais fácil.

 

CUIDANDO DA SUA COZINHA

#1 Sobre embalagens: Use aquelas práticas com suporte para organizar garrafas na porta da geladeira; transfira a comida para frascos ou recipientes transparentes com etiquetas.

#2 Sobre utensílios: Guarde seus utensílios em gavetas separadas: uma com panos de prato e toalhas de uso diário; outra com apoios em geral e suportes para panelas e materiais quentes e outra com papel toalha, guardanapo, filme plástico e papel alumínio.

#3 Sobre lixeiras: Utilize lixeiras pequenas e no chão, evitando colocar em cima da pia. Tenha outra lixeira maior no quintal ou área de serviço e tire o lixo da lixeira da cozinha todos os dias à noite.

#4 Sobre eletrodomésticos: Os pequenos – como cafeteiras, batedeiras, sanduicheiras, liquidificadores, entre outros – devem ficar guardados nos armários e serem retirados somente no momento do uso.

#5 Sobre os talheres: A gaveta deve ser próxima do fogão para que não atrapalhe durante o preparo do alimento procurando facas e colheres.

#6 Sobre a louça: Sempre mantenha os escorredores limpos ou então não vai adiantar lavar a louça e colocá-la em contato com micro-organismos que estejam no escorredor.

#7 Sobre o fogão: Uma ótima aquisição são as folhas protetoras de alumínio (que vem em embalagens e são vendidas nos supermercados). Elas se encaixam perfeitamente nas bocas e tornam a limpeza mais prática, já que toda a gordura e sujeira feita quando você cozinha fica retida nas folhas. É só retirá-las uma vez por semana e trocá-las por novas.

 

Acredito que, com todas essas dicas e ideias, fica mais fácil lidar com o fato de morar sozinho e não ter experiência em cuidar dos gastos, da alimentação, da limpeza e tudo mais que envolve a responsabilidade que antes era dividida com sua família. Se você conseguir lidar com todas essas questões da melhor forma, morar sozinho terá ainda mais vantagens do que ser independente. A liberdade virá acompanhada de uma vida saudável! É muito amor envolvido, pessoas! <3
Até a próxima!

  • Vi – camaleon

    ótimas dicas, sobretudo as do cardápio semanal!
    Vou até imprimir e deixar do lado da geladeira!