Mini Jardim

Os mini jardins estão super em alta na hora de decorar casas e apartamentos ou, até mesmo, escritórios. Eles aparecem de vários modelos, materiais e com uma grande variedade de plantas e objetos para enfeitá-los. Dessa forma, há sempre um modelo que combina com o seu estilo de decoração. O único problema é que comprar esses jardinzinhos prontos acaba pesando no bolso. Sendo assim, que tal você mesma montar o seu? É isso que a espera nos próximos parágrafos da nossa conversa de hoje: como fazer um mini jardim em um aquário.

Com a tendência das residências ficarem cada vez menores, principalmente os apartamentos, o espaço para ter um jardim é praticamente zero nas casas atuais. Por isso, ideias criativas e práticas podem ser ótimas soluções para quem deseja, sim, ter um pouco mais de verde no lar. E é aí que entram os mini jardins feitos em aquários. E o legal deles serem feitos dentro de um recipiente transparente é que você pode contemplar todo o processo de preparação e admirar o resultado final sempre que quiser. Você acompanha cada detalhe!

Quando um mini jardim é feito em algum recipiente de vidro, ele é chamado de terrário ou terrarium. Como o aquário tem uma abertura maior na boca, fica mais fácil para montar o jardim. As garrafas, por exemplo, ou alguns tipos de vasos precisam da ajuda de funil e de ferramentas específicas.

Antes de começar a montar seu terrarium, escolha um aquário que combine em estilo e tamanho com a decoração do ambiente que você escolheu para acolhê-lo. Outra coisa importante é não usar vidros coloridos que possam interferir na luminosidade. Também é preciso escolher as espécies de plantas que serão colocadas nele. Acho melhor dar uma paradinha aqui e já resolver esse problema, não é? Segue aí embaixo uma listinha básica com algumas das melhores espécies.

 

PLANTAS IDEAIS PARA O MINI JARDIM

Mini Jardim

As regras para a escolha das plantas são simples. Elas devem ter a mesma necessidade de luz e umidade, pois dividirão o mesmo espaço. Alguns exemplos:

 

  • Vale da Lua, a planta da amizade
  • Fitônia, planta-mosaico
  • Peperômia
  • Musgo tapete
  • Barba-de-velho
  • Mini-cálamo-do-japão
  • Asplenium bulbiferum
  • Gerânio morango
  • Samambaia pequena

 

Tamanho resolvido e plantas também. Só é bom lembrar que, mesmo escolhendo espécies que não crescem muito, não é aconselhável encher muito o vidro, pois as plantas crescerão. Um aquário grande abriga muito bem até seis tipos de plantas, já um vidro pequeno deve conter no máximo duas. Beleza? Então, mãos à obra!

 

FERRAMENTAS

  • Colher e garfo amarrados em um espetinho, que servem como pá e ancinho. Eles são utilizados para comprimir a terra depois que você plantar as mudas.
  • Rolha amarrada em um espetinho.
  • Um aquário de vidro (quadrado, retangular ou redondo.
  • Mudas de plantas pequenas.
  • Musgo.
  • Terra.
  • Areia.
  • Funil.

 

PASSO A PASSO

#1 Comece lavando muito bem o vidro com detergente e enxaguando com água e desinfetante. Isso mata algum fungo que possa estar presente no vidro. Depois, enxágue e deixe secar.

#2 Usando um funil, derrame uma camada de 2 a 5 cm de cascalho no fundo do vidro. Cubra o cascalho com carvão de lenha para o composto não ficar ácido. Depois coloque uma camada entre 8 a 13 cm de composto. O composto de turfa é o indicado para os terrários e deve estar bem seco no momento da montagem para não grudar no vidro. Você pode fazer toda essa etapa com a ajuda da colher ou do garfo, para espalhar direitinho os materiais.

#3 Decida a posição das plantas e, com a colher, abra um furo para cada uma. Coloque, então, as mudas. Lembrando que mudas altas devem ficar no centro do aquário, mas comece a plantar as mudas pelas bordas, para ficar mais fácil.

#4 Com o espetinho de rolha, comprima o composto em torno das raízes.

#5 Quando terminar, regue o composto levemente com ajuda de um vaporizador e feche o aquário. Caso a água comece a condensar demais nas paredes do vidro, destampe por um dia para que ela evapore. E, se não houver nenhuma condensação, significa que você economizou demais na água. Tire a tampa e vaporize novamente.

 

Você também pode deixar o seu terrário aberto, sem problemas. A única diferença é que, em um fechado, você só precisa – normalmente – mexer nele uma vez para colocar água. As próprias plantas fazem o resto. Já nele aberto, é sempre bom regar ou vaporizar. Por que isso? Lembra as aulas de ciências e fotossíntese? Um terrário fechado representa o nosso meio ambiente (tem solo, água, ar, luz e seres vivos) e completa todo o ciclo necessário para que a planta possa sobreviver sozinha. Já a vantagem de escolher um aberto é a possibilidade de pôr outros elementos, como pequenos objetos de decoração.

 

MINI JARDIM DE SUCULENTAS E CACTOS

Mini Jardim

Um mini jardim que tem feito muito sucesso ultimamente é o de suculentas e cactos. Essas plantas são muito adaptáveis e não precisam de muita coisa para sobreviverem. Para preparar um mini jardim nesse caso, você precisaria de, claro, um aquário da sua preferência, terra e pedrinhas de várias cores ao seu gosto ou argila estendida (também colorida). Para fazer é muito simples: basta colocar as pedrinhas ou a argila no fundo do recipiente e depois cobrir com uma camada de terra. Em seguida, faça a composição com as plantas e use mais terra se precisar. Por fim, decore com mais pedrinhas coloridas. Você também pode utilizar areia de várias cores.

 

CONDIÇÕES IDEAIS PARA O SEU MINI JARDIM

#1 Todas as plantas necessitam de luz e as do seu terrário não são exceção. Escolha, porém, um lugar de luz indireta, pois o vidro pode funcionar como uma lente de aumento (aumentando a luz e o calor no interior do terrário).

#2 Mini jardins devem se manter aquecidos, mas é bom evitar temperaturas muito altas ou alterações rápidas no clima do ambiente onde ele será mantido.

#3 Evite colocar o mini jardim sobre móveis ou estantes finos demais e que danifiquem facilmente. Procure deixá-los, também, em lugares fora do alcance de crianças ou animais de estimação.

#4 Ao escolher objetos de decoração para adicionar ao seu mini jardim, prefira aqueles que não são facilmente danificáveis pela água. Por isso as decorações de aquário são ótimas pedidas.

 

Por fim, sabe o que é o mais legal do mini jardim em aquário? É que a gente fica totalmente seduzida por aquele mundinho verde, protegido e quase autossuficiente. Depois de pronto, o nosso papel é simplesmente apreciar o quanto ficou maravilhoso e valorizou o ambiente que escolhemos para ele. Ah, e fica a dica: eles são ótimos presentes!
Até a próxima!

NO COMMENTS