Para qualquer meta em sua vida, geralmente há mais de um caminho a se percorrer para alcançá-la. Esse post te ajudará a pensar seu dinheiro e objetivos de forma diferente aja visto que você pode escolher qual deseja seguir. Vou te mostrar quatro formas de conseguir dinheiro para fazer um intercâmbio econômico e te provocar até o palito a respeito disso que você chama de “estabilidade”.

Adianto que esse é um post provocador mas que todos os perfis de pessoas vão se encontrar nele. Dos mais aventureiros aos mais conservadores. Take is easy  e vem comigo 😉

qual-e-o-seu-perfil

Antes de mais nada você precisa conhecer o seu perfil. Sabe esse seu estilo de ver e levar a vida? Ele! Quer exemplos?

  • Tem gente que é super organizado financeiramente e que não gosta de gastar;
  • Tem quem não é tão organizado mas controla até que bem sua grana;
  • Tem gente que a prioridade na vida é conquistar a casa própria, ter ao menos um carro na garagem e planejar os filhos o quanto antes;
  • Mas há casais que não sonham com nada disso, pelo menos agora, e querem mais é curtir a vida antes de tomar decisões tão sérias como estas anteriores

Nós somos exatamente assim como nesse último exemplo. A única coisa de grande valor que temos hoje é um carro que em breve quitamos. Mas você consegue acreditar se eu disser que viveríamos bem sem ele? Tarefa dura para São Paulo e suas distâncias mas o que eu quero dizer é que o nosso perfil é do casal desapegado. Volta e meia eu sonho com minha casa própria e com bebês mas sinto ao mesmo tempo que não é a hora de “investir” em um imóvel e me contento em ser a tia babona dos babys das minhas amigas 😉

Conheça-te a tí mesmo e metade dos seus problemas, não só de ordem financeira, estarão a meio caminho da resolução.

quatro-formas-de-guardar-dinheiro-dentro-do-seu-perfil

Como prometido vou deixar quatro ideias de onde podemos conseguir dinheiro. É engraçado pois quando estava finalizando essa matéria, ví no Facebook do Catraca Livre uma matéria indicando 6 formas de juntar dinheiro para viajar por um ano. Acontece que lendo a matéria, achei um pouco “fuerte” demais as sugestões para perfis conservadores que não abrem mão do conforto e de determinados lazeres. Logo, minhas ideias abaixo batem muito com as do texto citado mas oferecem mais opções por perfis. São contas baseadas aqui em São Paulo com seus preços absurdos e eu coloquei o piso máximo de gastos que um família paulistana pode ter e evitar.

Vejamos.

forma-um-poupando-por-mes

Básico, né? Mas você você tem noção do quanto está gastando por ano com fixos e variáveis? Sabe como enxugar sem deixar de ter o padrão de vida que tanto gosta? Deixo duas ideias de poupança: uma para pessoas conservadoras e outra para pessoas mais arrojadas.

quatro-formas-de-juntar-dinheiro-economia-por-um-ano

Clique na imagem para visualizá-la melhor

Gostou?
Já imaginou essas quantias poupadas em um fundo de investimento ou poupança, rendendo uns jurinhos, e trazendo mais que o dinheiro guardado?

forma-dois-vendendo-bens-mais-poupanca

Essa é a nossa forma. Além de poupar de forma muito semelhante ao da tabela arrojada, sabemos que no caso de um intercâmbio será necessário um pouco mais de sacrifícios aja visto que é preciso se preocupar com moradia, curso e outros gastos que se convertidos em moeda estrangeira, elevam a expectativa da poupança. Mas estamos motivados com o quanto já começamos a poupar.

forma-tres-financiamento

Essa é uma opção que algumas pessoas tem medo mas por apenas desconhecer a fundo o método. Vocês conhecem o site 360 Meridianos? Como citado na matéria do Catraca Livre, o Rafael Câmara, cara entendido do universo de viagens, financiou a sua com base na ideia de que as pessoas financiam casas, carros, estudos e muitas outras coisas valiosas. Porque não financiar um sonho imenso como esse tendo ciência de que ele é tão ou mais agregador que muitos destas outras aquisições?

Leia o post do Rafael e conheça mais detalhes: Como viajar pelo mundo por um ano.

forma-quatro-renda-extra-mais-poupanca

Todo mundo tem um talento na vida. TO-DO mundo. Quando alguém fala de renda extra parece que vem logo a Herbalife ou a venda de cosméticos por catálogo na mente. Mas eu estou falando de você usar o que sabe fazer de melhor para erguer uns trocados. De culinária a aulas, dá pra fazer uma grana maneira para qualquer sonho. Quem conhece o casal Grasi e Guilherme que estão vendendo bombons em BH em prol do casamento?

Tome aí uma lista de coisas para fazer:

  • Tortas salgadas ou doces;
  • Brigadeiros;
  • Trufas;
  • Geléia de pimenta;
  • Sanduíches saudáveis;
  • ou até criar algum tipo de kit que mescle itens saudáveis para o lanche da galera. Inspire-se na ideia do Food Fusca;
  • Você pode prestar serviços em eventos aos finais de semana;
  • Pode atuar como marido de aluguel também aos finais de semana;
  • Pode dar aulas particulares de algum instrumento, reforço escolar, línguas, culinária ou de qualquer outra coisa que você domine;
  • Pode sublocar sua casa ou apenas um quarto dela no Airbnb;
  • Tem talentos artísticos e nenhuma vergonha? Que tal se apresentar na rua com seu trabalho ou em conjunto com uma galera?
  • Manja de desenhos e/ou pintura artística? Crie produtos como posters, camisetas e o que mais sua mente criativa mandar e monte uma lojinha virtual;
  • O mesmo vale para artesanatos diversos. Recomendo para venda o Airu, Elo7, Tanlup, Enjoei, a criação de uma página no Facebook e por aí vai;
  • Revenda produtos. Pode ser por catálogo como os de beleza e bijus ou semi jóias online e fisicamente como as da Sophie & Juliete.

***

Tenho uma amiga que veio da mesma periferia que eu, na Zona Norte de São Paulo, de uma história muito semelhante em lutas e incertezas sobre o futuro como eu tinha na adolescência. Recentemente ela escreveu um texto lindo ao desembarcar na Suíça, lembrando da primeira vez que ouviu falar do país em sua vida, através de uma matéria de revista, voltando pra casa em um ônibus lotado, abafado e ilhado em uma enchente na Av. Francisco Matarazzo. Ela só tinha 16 e era estagiária em um banco. Uma dentre tantas jovens da Brasilândia que sonhavam em mudar suas vidas mas nunca imaginaram que poderiam. Talita não somente conheceu a Suíça como outras milhares de cidades pelo mundo e vem impactando a vida de jovens pela internet e pela periferia com o projeto Cartas para o Futuro junto com a mensagem de que todos somos capazes se formos fortes e corajosos para enfrentarmos as dificuldades do nosso meio através da educação e da inteligência nas escolhas.

Eu torço com todo o meu coração para que nossa força de vontade não diminua e que ela possa impactar positivamente sua vida e a de outras pessoas que nunca imaginaram serem capazes de realizar tão grandes sonhos. Minha amiga é uma fonte de inspiração pra mim assim como é minha mãe que terminou os estudos depois dos 40 e nunca tinha visto o mar antes dos 50. Com dinheiro ou sem, meus sonhos não tem preço e não podem mais esperar.

 

Vamos juntos?

Beijos!

 

  • Karla

    Meu sonho também, o marido começou a sonhar com isso depois que começamos a namorar. Por enquanto está complicado, bebê e financiamento habitacional. Mas concordamos que isso se realizará antes da nossa filha entrar na escola, agora é economizar. Já ouviu falar do casal partiu? Eles não tem moradia fixa por 6 meses no ano https://www.youtube.com/user/CasalPartiu

    • Minine, o Vinícius e a Pati são meus amigos! Cê pensa que esses dois já não me cutucam faz tempo pra que eu largue tudo e vá viver que nem eles? e se pensa que eu não vou fazer? Me aguarde! hahahahahaha

      • Karla

        Acho a história deles inspiradora. Um dia pretendo fazer igual