Bom dia caros leitores!

Eu sou o André, e estarei por aqui a partir de hoje falando com vocês sobre manutenção.

Para começar, vamos falar de carros?

O nosso primeiro post será sobre a compra do tão desejado carro (seja ele novo ou seminovo). Entende-se por seminovo, veículos com até 3 anos de uso.

O que devemos nos atentar e ter sempre em mente é, o quanto pretendemos gastar. Parece óbvio, mas com essa premissa como base da decisão, a aquisição do veículo (novo ou seminovo) tende a ser mais fácil pois, trabalhando com uma margem de gasto prevista no seu orçamento, as opções de veículos ficam mais visualizáveis, visto a quantidade de modelos que temos disponível hoje no mercado.

Carros zero km geralmente trazem mais “segurança” na hora da compra por serem produtos recém-saídos das fábricas e não terem nenhum “passado duvidoso”. Mas isso infelizmente não é garantia de que você estará levando para casa um automóvel com pintura refeita, pequenos amassados, etc. É importante ficar de olho, mesmo dentro das concessionárias os carros podem sofrer pequenos danos (batidas) ou danos pelo fato de estarem muito tempo nos pátios aguardando um dono.

Consumo X Potência

Consumo_Post 1 Carros

Se você está de olho em um automóvel econômico e unicamente econômico, sem fazer muita questão de potência (entenda-se potência por arrancadas mais ágeis, retomadas em ultrapassagens, etc), pesquise os carros 1.0 a 1.4. O mercado oferece muitas opções para o seguimento dos ditos “populares”, como o Fiat Palio, Volkswagen Gol, Toyota Etios, Ford Ka, Ford Fiesta, etc. É importante lembrar que o jeito de conduzir um automóvel é extremamente decisivo no consumo de combustível, se você tem um pé mais “pesado” pode ter certeza que mesmo dirigindo um carro 1.0 você não terá boas marcas em relação à economia do seu auto. Portanto, geralmente, se você está em busca de economia, opte pelos carros com motorização mais baixa, 1.0.

É possível encontrar veículos populares com valores em torno de R$25.000,00 a R$45.000,00. O que agrega valor ao automóvel são os itens de segurança e conforto (air bags, direção hidráulica, ar-condicionado, câmbio automático/automatizado). Esses veículos em média entregam uma autonomia de 12 a 14km/l.

Para os motoristas que estão em busca de um pouco mais de potência, as montadoras oferecerem os carros 1.4 e 1.6, como o Chevrolet Agile, Fiat Punto, Fiat Palio, Ford New Fiesta, etc. Esses modelos são encontrados com valores em torno de R$45.000,00 a R$55.000,00. Seu consumo é em média na casa dos 11 a 13km/l.

Conforto

Conforto_Post 1 Carros

Hoje, nós consumidores estamos cada vez mais exigentes.  Na minha visão, o conforto está ligado à muitos aspectos dentro de um carro, desde itens como ar condicionado e direção hidráulica como o próprio acabamento interno do veículo. Vale lembrar que o ar condicionado além de proporcionar um ambiente mais fresco em dias de verão também reduz o desconforto gerado pelo barulho do trânsito caótico (já que você estará com os vidros fechados). Em carros menores a direção hidráulica pode ser dispensada se você quiser reduzir um pouco do custo na hora da compra. Os dois itens citados, em caso de compra de um veículo zero, somam em média de 3 a 4 mil reais.

Em relação ao acabamento, cada vez mais, o plástico está presente, aplicado nas portas, painel etc. Provavelmente pensando de maneira ecológica (por ser o plásticos reciclável), as montadoras as vezes exageram na utilização do plástico no acabamento dos carros. Plástico também não quer dizer baixa qualidade, hoje, existe muita tecnologia por trás desses materiais, desde sua durabilidade para receber os raios ultra-violetas, impactos, como facilidade de limpeza. Alguns plásticos fabricados, apresentam um toque mais “suave”, imitando um tecido, borracha, etc. Infelizmente o mercado é assim, existe a redução de custos das montadoras mas também deve haver a satisfação do cliente. Digo isso pois já trabalhei em uma montadora de eletrodomésticos onde a filosofia é similar. Portanto não se preocupe, as montadoras não pensam só no lucro, estão sempre de olho no que o cliente espera do produto.

Vejo muitas pessoas comparando preços “absurdos” que pagamos nos automóveis no Brasil, com países do exterior. Acho que a observação é válida (não convém iniciar uma discussão sobre esse tema), mas já que estamos no Brasil e somos exigentes, esgotemos as pesquisas, avaliações para encontrar um melhor custo/benefício. Sempre comento com amigos e familiares que, produtos industrializados não são investimento, se compramos um carro é para nosso conforto e quanto melhor cuidarmos dele, melhor na hora da revenda.

No próximo post falaremos sobre os carros usados. Vocês tem alguma dúvida ou pergunta sobre o tema? Deixem nos comentários ou enviem-nos um email para [email protected]

 

Imagens: Freebie Vectors, Veja.com e O Carro Novo

Assinatura_André

  • Gabriela

    Olá!

    Curti bastante o post. Acabamos de trocar de carro e é exatamente como vc falou, temos que pesquisar muito, ver o que melhor se encaixa na nossa necessidade e tb no nosso bolso, né? Nós pesquisamos e comparamos preços e benefícios por mais de 1 mês, até finalmente decidir…é trabalhoso, mas vale a pena!

    Parabéns pelo post!

  • Camila

    Muito legal o post! Hoje em dia são tantas opções que se não pesquisarmos bastante, ficamos perdido.

    Temos que olhar desde o preço do seguro de cada modelo (chega a uma diferença de 1.000 reais!), a opinião dos usuários, nesses sites especializados (i-carros, carsale, etc)!

  • Verônica dos Santos Oliveira

    Popular de 25 mil?

    humm… acho que vou esperar o próximo post e espero ver os populares de até 15 mil!

    • André Samesina

      Verônica, nesse primeiro contato tentei abordar os carros zero km. Os preços encontrados hoje no mercado de automóveis zero km estão realmente na faixa de R$25.000,00 a R$45.000,00. Na semana que vem abordaremos alguns aspectos na hora da compra de um automóvel semi-novo. Obrigado pelo comentário! Atenciosamente,