Olá, galera do bem!

Meu nome é Jaqueline e, como o nome é grande, prefiro ser chamada de Jac 🙂 Sou uma acelerada administradora, carioca e noiva. Adoro uma boa conversa, bons chopps e passeios ao ar livre.

Tenho 29 anos e, embora tenha uma meia-irmã, ainda sou a adorada filha única da dona Maria de Lourdes e a primeira neta da dona Sebastiana, uma senhorinha espevitada de 80 anos. Não vivo sem a minha cota diária de leitura, sou apaixonada pelo Roupa Nova e gostaria muito de ter sido adolescente nos anos 80…

Confesso que, como uma quase casada, sou bem “mão de vaca”, e o Casando sem Grana foi um alento pra mim, pois descobri pessoas que pensam como eu 🙂

Acham que eu errei de site, né?

jac-e-noivoEu e meu noivo Beto, “mortos” após uma caminhada pela Urca, no RJ

Nãoooo! Apesar de ser leitora voraz do CSG, meu objetivo é compartilhar no Morando sem Grana que podemos estudar, trabalhar, apoiar a família, maridos, namorados, afins… E, além disso tudo, ajudar o próximo de forma flexível, que se adapte à eterna rotina acelerada – muitos a custo zero! Conheceremos diversos projetos sociais de diferentes formas e lugares 🙂

Conjugo o verbo ajudar desde criança, levada por minha mãe, que é uma criatura apaixonada por toda forma de voluntariado. Hoje, devido à correria, participo essencialmente das ações do Comitê Solidário, do local onde trabalho, e algumas outras ações esporádicas (como doação de sangue e visitas a orfanatos e ONGs).

E não me vanglorio por estas atitudes não, muito pelo contrário: aprendo com as pessoas muito mais do que elas imaginam! É muito bom ir em um asilo e “beber” da sabedoria dos mais velhos, ouvindo suas histórias; é maravilhoso receber um sorriso de uma criança e ser chamada de “tia”; ou ganhar um afago de um pequeno cão que tanto sofreu e só deseja ter alguém pra amar.

Independente da hora ou lugar, o que vale é ajudar. Ações de 10 minutinhos podem render lições pra uma vida inteira! Caso alguém tenha alguma indicação de projetos sociais interessantes, se avexe não: coloque nos comentários, pois terei o maior prazer em compartilhar e conhecer novas formas de ajudar ao próximo 🙂

Vamos juntos?

Abraços e até mais,

assinatura_jac-domicio

  • Ioná A.

    Que lindo!!!! Seja bem vinda Jac!

    Em dias de correria, nos quais pensamos mais em nós mesmos que nos outros, é um bálsamo ter alguém por perto nos lembrando que vale a pena olhar ao redor e estender a mão ao próximo!

    Um abraço beeem forte! 🙂

  • jaqueline domici

    Agradeço imensamente as palavras e o abraço beeeem forte Ioná.
    Não faço mais que a minha obrigação e garanto aprendo muito mais do que ensino.

  • Roberto

    Realmente não há nada mais gratificante do que prestar um auxílio ao próximo, por mais singelo que possa ser.

  • Lilian

    Seja bem-vinda Jac! Quero aprender com vc e com teus posts a ser uma pessoa melhor…fico esperando as dicas! Bjs

  • Suzi Oliveira

    Seja bem vinda, Jac. Também sou apaixonada por trabalhos voluntários e hoje faço parte do Grupo Amigos Voluntários de Pernambuco.

    Fazemos diversos tipos de ações sociais, como visitas à abrigos, hospitais e orfanatos – com arrecadação de donativos para os locais, já fomos ao sertão, visitamos comunidades carentes, entregamos sopas nas ruas, para as pessoas que estão desabrigadas… Enfim… Amo estar com o GAV.

    Espero que possamos trocar muitas figurinhas sobre ajudar o próximo. ♥

    • Jac Domício

      Lilian conte comigo.

      Suzi me manda um e-mail quando puder querida.
      Para que possamos trocar figurinhas!!!!

      Bjks